Comunicado do Comité Central do PCP, de 23 e 24 de Agosto de 2004

O Comité Central do Partido Comunista Português, reunido nos dias 23 e 24 de Agosto, discutiu aspectos relacionados com os trabalhos preparatórios do XVII Congresso, a realizar nos dias 26, 27 e 28 de Novembro na cidade de Almada, aprovou as Teses/Projecto de Resolução Política e o Projecto de Alterações aos Estatutos do PCP para debate em todo o Partido e analisou algumas questões da vida política.

Com a aprovação dos documentos pelo Comité Central, os quais serão publicados a partir de 2 de Setembro no “Avante!”, dá-se inicio à 3.ª fase preparatória do Congresso, centrada na discussão em todo o Partido das propostas de orientações e decisões a submeter à discussão e decisão do XVII Congresso.

O Comité Central apela ao activo empenhamento das organizações e militantes na preparação, dinamização e envolvimento no debate, condição indispensável para que os militantes, com os seus conhecimentos, experiências e reflexão, possam contribuir para a melhoria dos documentos, acerto das análises e orientações, o reforço da coesão do Partido como expressão do trabalho do colectivo.

O Comité Central chama ainda a atenção para o facto de que a preparação do XVII Congresso, envolvendo milhares de militantes, deverá, em si mesma constituir um factor impulsionador do trabalho de reforço orgânico do Partido e da sua intervenção política, concretizando orientações em curso, nomeadamente contacto com membros do Partido, integração de militantes nas organizações, a realização de Assembleias das Organizações de base e difusão do “Avante!” e de “O Militante”.

O Comité Central apela igualmente a todas organizações e militantes para o seu empenhamento na fase final de preparação da Festa do “Avante!”, a realizar já nos dias 3, 4 e 5 de Setembro, impulsionando a sua divulgação, a venda da EP e a participação nas jornadas de trabalho, de modo a assegurar o sucesso daquela que é a maior realização político-cultural do país.

5. O Comité Central do PCP apela a todas as organizações e militantes do Partido para uma vasta e combativa mobilização de vontades, iniciativas e energias com vista a assegurar um novo e decidido impulso na luta contra o governo de direita e a sua desastrosa política, agravando o seu isolamento social, político e travando e derrotando a ofensiva que, a par de manobras demagógicas e propagandísticas, plenamente mantém contra as condições de vida, a segurança no emprego, os salários e os direitos sociais dos portugueses.

>
  • PCP
  • Central

Partilhar