Declaração de voto de Sandra Pereira no Parlamento Europeu

Acordo UE/EUA sobre a atribuição de uma parte do contingente pautal para a importação de carne de bovino de alta qualidade

Desde 1989 que os Estados Unidos e a União Europeia têm mantido um longo litígio comercial sobre a decisão da União de proibir a carne tratada com hormonas. Eventualmente, a cota final de carne bovina de alta qualidade importada pela UE não aumentará no seu total, porque os EUA ficarão com as cotas que outros perderão. Acontece, no entanto, que ao mesmo tempo a Comissão negociou ou está a negociar novos Acordos de Comércio Livre com os países (Mercosul e Austrália) que vão perder a sua quota de exportação com este acordo, mas que receberão novas cotas no âmbito desses mesmos acordos de comércio livre. Além disso, a carne que deve ser livre de hormonas, é produzida com recurso a antibióticos que promovem o crescimento( proibidos na UE), já que o modelo intensivo de produção nos EUA prevê confinamentos de 30.000 animais em média. Votámos contra.

>
  • União Europeia
  • Declarações de Voto
  • Parlamento Europeu

Partilhar