Declaração de Jerónimo de Sousa, Visita ao Centro de Experimentação Artística

Vale da Amoreira conhecido por boas razões

Ver vídeo

''

O Centro de Experimentação Artística (CEA), inaugurado a 25 de Abril de 2013, é um bom exemplo de como um município contribui, na prática, para a integração social, com um projecto que vai ao encontro dos sonhos de muitos jovens, e para que o Vale da Amoreira seja reconhecido hoje por boas razões, realçou o Secretário-geral do PCP.

Este sábado, de manhã, Jerónimo de Sousa visitou o CEA, acompanhado por Rui Garcia, actual presidente da Câmara Municipal da Moita e candidato ao mesmo cargo nas listas da CDU para as eleições de dia 26, e por outros dirigentes e candidatos. 

Numa breve visita, guiada pela responsável da programação do Centro, vimos a régie e um estúdio de gravação, uma sala de ensaio, salas de formação, um estúdio de dança. Por momentos breves, um grupo e uma dançarina (que tinha consigo a filha) interromperam o trabalho para trocar cumprimentos com Jerónimo de Sousa. Nesse percurso, foi-se sabendo que os utilizadores são, na maioria, jovens, mas há também actividades com crianças e com seniores. O equipamento está aberto a quem solicite a utilização dos diferentes espaços, tem algumas aulas e mantém parcerias com entidades locais.

No final, aos jornalistas que acompanharam a visita, Rui Garcia realçou que se trata de um trabalho de intervenção cultural, mas, sobretudo, de intervenção social e de integração, numa freguesia com uma população imigrante muito significativa e com problemas sociais que subsistem no País, como as bolsas de pobreza ou as condições urbanas, aos quais a Câmara Municipal tem procurado dar resposta.

Nesta freguesia há equipamentos, há qualificação urbana, e o Centro de Experimentação Artística veio ter um peso importante na política municipal de integração. Este pilar da cultura, aberto todos os dias à população, dá um contributo prático para a capacitação e para a emancipação de jovens, que aqui iniciam projectos e depois evoluem, até para carreiras artísticas.

Jerónimo de Sousa destacou o fruto da relação próxima dos eleitos da CDU com a população, que neste caso representou o combate, com acções práticas, como a instalação deste Centro, a um anátema que estava lançado sobre o bairro, que passou a ser visto como um sítio normal.

Sendo este o caminho mais sólido e seguro para a integração social de pessoas com muito diferentes origens e culturas, restam ainda problemas por resolver. O dirigente comunista destacou o exemplo da habitação, lembrando que esta área é, por preceito constitucional, uma incumbência do poder central, o qual se tem desresponsabilizado dessa obrigação.

>
  • Poder Local e Regiões Autónomas
  • Central
  • Centro de Experimentação Artística