Nota do Gabinete de Imprensa do PCP

Sobre a requisição civil dos trabalhadores do SEF

O anúncio pelo Governo da requisição civil dos profissionais do SEF face a uma paralisação que o seu sindicato havia agendado para a próxima semana a pretexto da epidemia é uma decisão de particular gravidade. Sustentar a limitação do direito à greve, convocada nos termos que se conhecem, delimitada a determinados períodos, constitui um grave precedente que a expectativa de entrada de turistas no País não justifica nem legitima.

Mais do que exercício de autoritarismo e restrição de direitos fundamentais dos trabalhadores, o que se exige do Governo é que dê resposta à sua legitima reclamação de serem ouvidos no processo de reorganização da estrutura a que pertencem.

>
  • Justiça
  • Segurança das Populações
  • Trabalhadores
  • Central
  • Constituição da República Portuguesa
  • direito à greve
  • greve
  • SEF