Nota do Gabinete de Imprensa do PCP

Pela paz, pela verdade, contra a mentira e os crimes de guerra

O PCP condena todos os actos criminosos, incluindo em cenário de guerra, tenham ocorrido ou ocorram em solo da Ucrânia, do Iraque, do Afeganistão, da Líbia ou de outros países.

As notícias difundidas a partir dos centros do poder ucraniano e ampliadas pela máquina de propaganda que tem rodeado a guerra na Ucrânia sobre os alegados “crimes de guerra” ocorridos em Bucha, bem como os desmentidos das autoridades russas indicando de que se tratou de uma operação de manipulação, não só são inquietantes como exigem cabal apuramento.

A existência de comprovados exemplos em que determinadas situações apresentadas como verdadeiras se vieram posteriormente a confirmar falsas e baseadas em operações de manipulação exige o indispensável, cabal e rigoroso apuramento das situações relatadas, assegurado por parte de entidades efectivamente independentes, determinadas pela real avaliação dos factos e não por pré-determinados julgamentos ou objectivos que não contribuam para apurar a verdade.

O PCP reafirma que o que se impõe é pôr termo à escalada em curso e contribuir para o cessar-fogo e uma solução política negociada para o conflito e que assegure a paz e a segurança colectiva na Europa.

>
  • Central
  • Declarações e Comunicados do PCP
  • Nato
  • Rússia
  • Ucrânia
  • UE