Declaração de Jorge Cordeiro, membro do Secretariado e da Comissão Política do Comité Central

Os números do desemprego refletem cada vez menos a realidade do mercado de trabalho

Ver vídeo

''

Sobre os dados divulgados pelo INE relativos ao desemprego no segundo trimestre de 2015, Jorge Cordeiro considerou que "os números do desemprego reflectem cada vez menos a realidade do mercado de trabalho, é isso que explica que estando inventariado 210 mil empregos destruídos nos últimos 4 anos haja uma correspondência de apenas 40 mil desempregados a menos".

O membro dos organismos executivos do Comité Central sublinhou ainda que os números escondem a realidade e o que PSD e CDS sublinham como um elemento histórico tem como base 500 mil portugueses que foram obrigados a emigrar, 250 mil inactivos que desejariam trabalhar e que não contam para a estatística e os 240 mil que estão em situação de subemprego.

"A redução do desemprego que o governo regista como um êxito é construído na base da amargura, sofrimento e da saudade de centenas de milhares de portugueses que foram obrigados a emigrar, expulsos por decisão deste governo ao lhes negar condições de vida no país", referiu.

>
  • Assuntos e Sectores Sociais
  • Trabalhadores
  • Central
  • Desemprego
  • Emigração
  • Emprego
  • INE