Intervenção de Jerónimo de Sousa, Sessão Pública em Viana do Castelo

Fazer a CDU crescer e reforçar-se em Viana do Castelo

Ver vídeo

''

Caros amigos e camaradas:
Uma saudação fraterna aos presentes e por vosso intermédio à população laboriosa de Viana do Castelo.

Uma primeira palavra de valorização para esta acção, para a vossa presença. Neste dia de semana ao fim da manhã, a vossa presença nesta sessão é uma bela demonstração da vontade de fazer a CDU crescer e reforçar-se neste concelho.

E bem há razões para este crescimento da CDU.

A população de Viana conhece o trabalho distintivo dos eleitos da CDU.

Sabe que na Câmara e na Assembleia Municipal foram os eleitos da CDU que mais firmemente se bateram na defesa da água pública, do direito à mobilidade e da qualidade de vida dos que vivem neste concelho.

Sabem bem que não aparecemos apenas na altura das eleições.

Sabem que é a CDU a única força com um gabinete aberto ao atendimento da população, que ao longo do mandato ouviu centenas de pessoas, conheceu os seus problemas e interveio na defesa da sua resolução.

Sabem bem do empenho e da dedicação dos nossos eleitos, reconhecem a sua obra, as suas realizações, designadamente nesta união de freguesias da cidade de Viana do Castelo e na Vila de Darque onde assumimos o poder e o exercemos ao serviço das populações, honrando a consigna do trabalho, honestidade e competência.

A população sabe bem do empenho e dedicação dos eleitos da CDU que não poupam esforços para responder aos anseios e necessidades da população, desde a pequena obra ou reparação até ao apoio social, defendendo os serviços públicos e a valorização do património, das tradições e da cultura de cada uma das freguesias.

Tanto na União de Freguesias de Viana como em Darque, as populações encontram à frente dos destinos da Junta eleitos que associam ao trabalho, honestidade e competência que marca a CDU no poder local, uma notável capacidade reivindicativa e uma intervenção junto da Câmara ou do governo exigindo as obras e os investimentos que as suas terras precisam.

Uma postura particularmente importante nos tempos actuais em que o governo se prepara para atirar para as autarquias encargos e competências sem os meios necessários à sua concretização, situação que aprofundará injustiças e desigualdades, ao mesmo tempo que o governo se desresponsabiliza das suas funções essenciais.

É caso para perguntar, como é que uma Câmara Municipal que não se sente capaz de gerir a varredura da rua, a recolha do lixo ou a elementar distribuição de água à população, se sentirá agora capaz de gerir a Educação ou a Saúde?

É um caminho errado, que nós combatemos e que o reforço da CDU será determinante para interromper. Se falam de descentralização e a querem realmente, comecem pela regionalização.

Cumpram a Constituição e criem um poder regional, eleito e fiscalizado pelas populações, em vez de desmantelar funções sociais do Estado, abrindo portas à sua privatização.

Se falam de descentralização invocando falsamente razões de proximidade comecem por devolver as freguesias ao povo liquidadas neste distrito pelo governo PSD/CDS.

Se oito anos depois as freguesias não são repostas é porque o PS faltou à palavra e às suas promessas.

A CDU, reconhecidamente a grande força transformadora e de esquerda no poder local, inscreve a defesa desse poder local e da sua autonomia como elemento inseparável do regime democrático que a Constituição da República consagra e que é condição para a representação e defesa dos interesses das populações, para a promoção das suas condições de vida e para a efectivação dos seus direitos.

A CDU é a força que, não deixando confinar a vida e os direitos, demonstra que uma vez criadas todas as condições de prevenção e protecção, a vida pode e deve prosseguir, é a força que aponta o sentido de vivência colectiva, de partilha e de participação como indispensáveis à realização humana e à felicidade;

É a força que olha para o futuro com confiança, que anima laços de solidariedade e acção comuns, que não se refugia, que estimula a intervenção e a opinião de cada um sobre as respostas para os problemas do presente e as soluções para o futuro.

Futuro de confiança. É esta a mensagem que a CDU projecta, combatendo e contrariando as desesperanças que os tempos difíceis que vivemos tendem a animar.

Nestes tempos difíceis, a CDU, vencendo obstáculos e constrangimentos, esteve sempre onde devia estar: com as populações e os trabalhadores a responder à epidemia, a combater o medo, a proteger a saúde e os direitos, a promover o gosto de viver.

É por isso que colocamos a necessidade de reforçar a CDU e os seus eleitos nas autarquias no próximo dia 26.

Um reforço que ajudará à defesa dos serviços públicos, a lutar pela água pública e o regresso da sua gestão à Câmara Municipal; a defender o direito à mobilidade a revogação das portagens na A28 e o alargamento a todo o país das medidas para a redução dos custos nos transportes públicos e o reforço da oferta.

É com o reforço da CDU que combatemos a especulação imobiliária e garantimos o direito de todos à habitação, cuidando e alargando a rede pública de habitações, ao mesmo tempo em que implementamos medidas para que os preços praticados sejam compatíveis com os rendimentos da população.

É com o reforço da CDU que damos força à luta pela valorização do trabalho e dos trabalhadores, que pugnamos pelo aumento geral dos salários, combatendo a precariedade, assegurando as 35 horas de trabalho semanais para todos os trabalhadores do sector público e privado, e que combatemos os vínculos precários ou a desregulação dos horários de trabalho.

É com o reforço da CDU que defendemos a produção nacional e os sectores estratégicos que são necessários ao país e viáveis, como a vida comprova, por exemplo com os Estaleiros Navais de Viana do Castelo.

É com o reforço da CDU que contribuímos para a abertura de um novo rumo na vida nacional, que vá para lá da propaganda e dos anúncios de milhões, recusando ingerências e submissões, garantindo a resposta às necessidades do povo e do país.

Quem nos conhece sabe que pode contar connosco, com o empenhamento dos nossos eleitos e a sua dedicação ao serviço das populações e do desenvolvimento.

Por isso, dizemos que a CDU vale a pena!

Dizemos que o voto na CDU é voto mais seguro e certo dos que aspiram a uma vida melhor para todos!

O voto que dá força a quem tem provas dadas na defesa dos interesses dos trabalhadores e das populações deste concelho!

O voto que conta para quem espera novas conquistas nas suas condições de trabalho e de vida!

Sim, o voto na CDU é o voto para reforçar a mais consequente e combativa força de esquerda no poder local e no plano nacional, que tem soluções, faz propostas e luta pela sua concretização.

Em 26 de Setembro, vamos dar mais força à CDU, porque a CDU vale a pena!

Viva a CDU!

>
  • Poder Local e Regiões Autónomas
  • Central
  • Constituição da República
  • população de Viana
  • Regionalização