Mensagem do PCP ao Partido Comunista do Chile

Mensagem do PCP ao Partido Comunista do Chile

Por ocasião dos 50 anos do triunfo eleitoral de Salvador Allende e da formação do Governo da Unidade Popular no Chile, o PCP endereçou uma mensagem ao Partido Comunista do Chile onde saudou os comunistas e povo chilenos e valorizou as realizações alcançadas nos 1041 dias de Governo da Unidade Popular.

O PCP salientou o empenho do Governo dirigido pelo Presidente Salvador Allende na defesa dos interesses e genuínos anseios dos trabalhadores e povo chilenos, mobilizando-os para a construção de uma sociedade mais democrática e justa, para a libertação do Chile das amarras da dependência, da exploração e do subdesenvolvimento.

O PCP recordou as palavras do histórico dirigente comunista e antigo secretário-geral do PCC, Luis Corvalán, que considerou que o «Governo Popular a que presidiu Salvador Allende e o processo de transformações revolucionárias que com ele se pôs em prática constituíram o acontecimento político mais importante ocorrido no Chile durante o século XX.».

Na sua mensagem, o PCP realçou o destacado papel desempenhado pelo Partido Comunista do Chile na revolução democrática chilena, sublinhando a sua incansável luta e fundamental contribuição para a acção convergente da esquerda chilena e a unidade das forças anti-monopolistas e anti-imperialistas em torno da classe operária.

O PCP considerou ainda que o processo da Unidade Popular representou um importante factor de inspiração, na América Latina e no mundo, para as lutas de emancipação dos trabalhadores e dos povos, projectando-se na actualidade como um incentivo à resistência e luta das forças revolucionárias e de outras forças progressistas e democráticas consequentes.

No momento em que a política reaccionária do governo de direita de Pinera enfrenta a maior vaga de protesto social desde o fim da ditadura fascista, o PCP expressou ao PCC os melhores sucessos para a sua acção e luta em defesa dos direitos, interesses e anseios dos trabalhadores e do povo chileno e, em particular, para o referendo agendado para 25 de Outubro, tendo em vista a convocação de um processo constituinte democrático e a aprovação de uma Nova Constituição nacional.

>
  • Paz e Solidariedade
  • Relações Bilaterais