Intervenção de Jerónimo de Sousa, Secretário-Geral do PCP, Sessão Pública CDU

«A CDU é diferente. Não prometemos em vão para daí tirar vantagem eleitoral. Não difamamos, nem mentimos»

«A CDU é diferente. Não prometemos em vão para daí tirar vantagem eleitoral. Não difamamos, nem mentimos»

Caros amigos e camaradas:

Uma forte saudação a todos os presentes, em particular ao Carlos Coutinho e ao Mário Santos, primeiros candidatos da CDU, respectivamente à Câmara e Assembleia Municipal de Benavente.

Saudação que se estende à população de Benavente e de Samora Correia, aos nossos amigos e companheiros de coligação, aos independentes, aos candidatos e a todos os que participam neste grande projecto de progresso e desenvolvimento que é a CDU!

Entrámos nos dias derradeiros da importante batalha eleitoral para as autarquias, marcada para o próximo dia 26 de Setembro.

Nestes dias que faltam é ainda possível e é necessário desenvolver muito contacto, muito esclarecimento, continuar a conversar com a população, consolidando as condições para um resultado positivo, condições que se alicerçam na confiança de um trabalho feito em prol das populações, apesar da exigente situação a que foi preciso dar resposta vivida nos últimos meses em resultado da pandemia.

A confiança de quem tem candidatos com experiência, capacidade de realização e provas dadas na defesa dos interesses das populações, conhecedores da realidade, dos problemas e dos desafios que se colocam ao desenvolvimento deste concelho e de cada uma das suas freguesias.

A confiança de quem tem um valoroso passado de realização nas autarquias e em particular neste concelho.

Sim, temos candidatos, gente séria e dedicada e temos um projecto distintivo – o reconhecido projecto da CDU -, assente no trabalho, na honestidade e na competência, como solução e força alternativa quer a PS, quer a qualquer das outras forças políticas.

Estamos aqui determinados a lutar por manter uma gestão vinculada aos valores de Abril, por manter a gestão que assegurou um inegável progresso e desenvolvimento neste concelho.

Benavente precisa da CDU, da força que faz da participação popular e da proximidade às populações, do contacto e apoio permanente com as associações e colectividades o eixo fundamental do seu estilo de exercício de poder assente numa política de verdade e transparência.

Precisa de uma força que, como nenhuma outra, se afirmou pelo rigor posto na gestão urbana, na valorização do espaço público de que é exemplo a requalificação recente do Parque Ruy Luis Gomes aqui em Samora, na atenção dada ao ambiente com a substituição de toda a iluminação pública no concelho, melhorando a eficiência energética, na concretização em níveis superiores de prestação de serviços básicos, como o comprova o facto de estarmos num dos concelhos com maior cobertura de saneamento básico do distrito, opções e critérios de igualdade e justiça social.

Aqui fizemos prova da superioridade e distinção do nosso trabalho, dando cumprimento aos compromissos assumidos, abrindo novos caminhos de progresso, respondendo a novos problemas e aspirações, planeando e projectando a modernização do concelho, mantendo como foco e objectivo central servir as populações elevando a sua qualidade de vida.

Da qualificação do espaço urbano à elevada prestação de serviços públicos, da democratização do acesso à cultura e à prática do desporto ao apoio ao movimento associativo, o estímulo e valorização das expressões de cultura popular, da cuidada atenção à escola pública e ao bem-estar das crianças, aqui temos reunido um trabalho que é em si mesmo, razão de confiança e garantia de futuro.

Aqui fizemos o que nos cumpria fazer e muitas das vezes tivemos de fazer o que ao Governo competia fazer.

Aqui neste concelho damos a máxima atenção aos trabalhadores da autarquia. Aqui cuidamos das suas condições de trabalho e dos seus direitos, aproveitamos todas as possibilidades para os valorizar como ainda agora fizemos com a aplicação, tão ampla quanto a lei permite, do Suplemento de Penosidade e Insalubridade, tal como já tínhamos feito na defesa das 35 horas de trabalho.

Suplemento de Penosidade e Insalubridade, que apesar de ainda não abranger todos os que a ele têm direito, porque o PS a isso se opôs, também só foi possível com a luta dos trabalhadores, o apoio dos eleitos da CDU e a intervenção do PCP.

Sim, Benavente precisa de uma força como a CDU que deu e dá, também um impulso inigualável na democratização da cultura, na valorização do património e na generalização da prática desportiva.

Precisa desta força que se distingue pela sua posição intransigente de defesa dos serviços públicos, da saúde à educação, da protecção social à mobilidade.

Uma força que, como nenhuma outra, assume a defesa do Poder Local democrático e se opõe à desresponsabilização do Estado, nomeadamente com a sua falsa descentralização.

Precisa da CDU, desta força que dá uma particular atenção e cuidado aos problemas das crianças, aos jovens, aos idosos, aos mais pobres e desfavorecidos.

Desta força que não se resigna face às injustiças e às desigualdades, que afirma com confiança que é possível uma política diferente.

Benavente, terra de lutas, precisa desta força de intervenção. Desta força que não desiste! Sim, a luta vale a pena! A CDU vale a pena!

São muitas as razões para apoiar e votar CDU e nós estamos convictos que as populações deste concelho vão apoiar a CDU.

Caros amigos, camaradas:

As próximas eleições autárquicas constituem uma batalha política de grande importância pelo que representam no plano local, mas também pelo que podem contribuir para dar força à luta que travamos no plano nacional para melhor defender os interesses dos trabalhadores, do povo e do País.

Num período onde pesam problemas económicos e sociais, agravados pela epidemia e pelo aproveitamento que dela têm tirado os grandes interesses económicos, mais importante e decisiva é a presença e intervenção de uma CDU reforçada para responder a esses problemas que as populações enfrentam.

Desde logo, aqueles que atingem os trabalhadores, que viram neste ano e meio acentuarem-se as práticas e pressões de desvalorização do trabalho, das profissões, dos salários, mas também a desregulação e aumento dos horários e, de forma crescente, a chantagem dos despedimentos colectivos, com particular evidência nas grandes empresas dos grupos monopolistas e multinacionais.

Na situação que temos vivido e nestes últimos tempos os portugueses puderam verificar quão importante é ter esta força consequente que se congrega na CDU.

Tem sido a sua intervenção e acção, juntamente com a luta dos trabalhadores e das populações que tem permitido nestes tempos difíceis para o nosso povo, conter e minimizar uma degradação maior das condições de vida.

Os aumentos das pensões, o pagamento por inteiro dos salários dos trabalhadores em Lay-off, os apoios aos trabalhadores independentes sem protecção social, a gratuitidade das creches para um número significativo de crianças, são exemplos de medidas que resultaram da intervenção e acção do PCP!

O PCP tem apresentado soluções que, a serem adoptadas, responderiam à dimensão dos problemas nacionais e das desigualdades e injustiças que persistem.

Há muitas batalhas a travar para garantir o que o País precisa.

O País precisa de avançar!

Precisa de uma política para valorizar a produção nacional e o emprego, colocar o desenvolvimento científico e tecnológico ao serviço da qualidade de vida.

Tudo o que temos vivido nos últimos meses tornou mais límpida a necessidade de ser encetada uma verdadeira política de reindustrialização do País, por muitas e justas razões nacionais e locais.

Mas precisamos também de dar resposta a outros problemas mais imediatos, com o reforço dos serviços públicos, nomeadamente na área da saúde, garantindo a todos o direito a esse bem tão importante, sobretudo quando sabemos que neste concelho temos cerca de 10 mil utentes sem médico de família.
Sim, é precisa uma outra resposta, uma outra política, uma política alternativa capaz de resolver problemas acumulados e encetar uma trajectória de desenvolvimento económico e social.

Outra resposta e outra política para responder a outros problemas que marcam e pesam negativamente na vida dos trabalhadores e do povo.

Desde logo, para assegurar respostas emergentes como a do aumento geral dos salários para todos os trabalhadores, do salário médio, tal como a valorização das carreiras, o aumento do Salário Mínimo Nacional para 850 euros, o combate à precariedade ou à desregulação de horários de trabalho.

Para garantir a inadiável valorização das pensões e reformas de todos quantos descontaram, incluindo acima dos 658 euros.

Para assegurar uma rede de Lares e o apoio efectivo aos idosos, às suas famílias e cuidadores.

Uma outra resposta e uma outra justiça fiscal que desagrave os impostos sobre os trabalhadores de mais baixos rendimentos.

A garantia de creches gratuitas para todas as crianças reclama uma opção de financiamento que dê prioridade ao apoio às crianças e famílias.

Estes são combates, entre outros, em que estamos empenhados e essa é uma razão acrescida para apoiar a CDU que é sem dúvida a grande força de esquerda no Poder Local.

Sim, é para dar força à luta por tudo isto que mais autarquias, mais eleitos, mais votos na CDU são um contributo para poder dar novos passos com novas soluções para dar resposta aos problemas do País, dos trabalhadores e do povo.

Caros amigos e camaradas:

Quem nos conhece sabe que pode contar connosco, com o empenhamento dos nossos eleitos e a sua dedicação ao serviço das populações e do desenvolvimento.

A CDU é diferente. Não prometemos em vão para daí tirar vantagem eleitoral. Não difamamos, nem mentimos.

É na CDU que encontram essa seriedade.

Sim, somos força de Abril a construir o futuro.

Esse Abril imenso de significado que este povo ajudou a ser realidade e que em 2024, quando comemorarmos os 50 anos do seu aniversário, terá a CDU à frente dos destinos do Município de Benavente, a dar-lhe a expressão e dimensão que a Abril, às suas conquistas e valores são devidos.

Viva a CDU!

>
  • Central
  • Autarquias 2021
  • Benavente
  • CDU