Intervenção de Conceição Brazão, Membro da Comissão Concelhia do Bombarral , XXI Congresso do PCP

A luta em defesa da Linha do Oeste

Ver vídeo

''

Camaradas

Venho do Bombarral para vos falar de uma linha de comboio – a Linha do Oeste. Há quatro anos, no nosso congresso, dissemos que íamos continuar a luta pela defesa da Linha do Oeste e que para isso tínhamos de ampliar o trabalho unitário e reforçar a mobilização dos utentes e das populações para defender e recuperar esta linha que vai de Lisboa à Figueira da Foz.

Assim o fizemos. E os resultados estão à vista. Foram dados passos no sentido da modernização e electrificação da Linha do Oeste e abertas perspectivas para aproveitar todas as suas potencialidades de meio de transporte público ferroviário sub-urbano, regional e inter-regional.

Mas teve de haver luta. Em 2016 o governo anunciou um plano de modernização que deixaria tudo na mesma. Nós não desistimos, reforçámos o trabalho unitário e ganhámos as populações para defender uma verdadeira modernização da Linha.

Sucederam-se as acções de rua junto às estações; as faixas exigindo a electrificação da Linha e novas composições; e inúmeros comunicados aos utentes. Na Assembleia da República foi discutida uma petição em defesa da Linha do Oeste, com mais de seis mil assinaturas. A luta, com mais de duzentos participantes, que veio a Lisboa no Verão de 2018, para exigir do governo mais e melhores composições.

Aliando a luta à intervenção do nosso Partido, o Governo foi obrigado a encontrar soluções para substituir as composições avariadas e para pôr cobro às sucessivas supressões e atrasos.

E resolvemos este problema, mas nunca perdemos a perspectiva de que a defesa da Linha do Oeste, do transporte ferroviário como serviço público, só poderá ter êxito se for concretizada a sua modernização e electrificação.

Em 2019 e já em 2020, mesmo em período de pandemia, trouxemos de novo a luta para a rua, com concentrações nas Caldas da Rainha, a exigir a aprovação dos planos e projectos para a electrificação da Linha, a abertura dos concursos para as obras, e a aplicação dos descontos nos passes, de acordo com os objectivos do PART.

Agora sim, podemos dizer que a obra já está no terreno até Torres Vedras e que o concurso está aberto para as obras até Caldas da Rainha. Contudo, não vamos cruzar os braços. É preciso garantir que não há atrasos, que é aprovado e concretizado o projecto para o troço entre Caldas da Rainha e Louriçal e que as novas composições ficam mesmo prontas em 2023. Vamos prosseguir a nossa luta, agora com o alento das vitórias alcançadas.

Disse que vos vinha falar de uma linha de comboio, mas o mais importante que tenho para vos dizer é que estas nossas vitórias se devem ao trabalho unitário, à luta de massas, à intervenção dedicada do nosso Partido, à nossa persistência e à profunda convicção de que por mais prolongada e difícil, a luta vale sempre a pena!

VIVA O XXI CONGRESSO!
VIVA O PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS!

>
  • Intervenções
  • XXI Congresso
  • Central
  • XXI Congresso do PCP