Intervenção de Duarte Martins, XXI Congresso do PCP

A luta dos regantes na RA da Madeira

Ver vídeo

''

Camaradas e amigos!

Na Região Autónoma da Madeira há uma luta secular, a luta pela água.

Esta luta ainda hoje perdura no tempo, já não pela água potável mas sim pela água de rega!
Neste ano de 2020 marcado por enormes peripécias devido ao surto epidémico de covid-19, conseguimos fazer uma luta regional importante junto dos agricultores, pelo direito à água de rega.

A luta teve início em Julho nas zonas altas do concelho de Santa Cruz, com a Comissão Concelhia de Santa Cruz, indo com prospectos casa a casa, de pessoa a pessoa, informando que iriam haver reuniões do partido com os agricultores para ver as melhores formas de intervir , para prosseguir a luta.

De facto, o descontentamento era de tal ordem que nas diferentes zonas tivemos reuniões com um bom número de agricultores, apesar dos receios, das ameaças de represálias por parte dos responsáveis pela entrega da água, muitas vezes dizendo:

“Quem andar com os comunistas por causa da água, não recebe mais nenhum pingo até ao fim do ano!”, mas a confiança que lhes transmitimos nas reuniões foi muito grande, os agricultores viram em nós um caminho de luta, de esperança, e a verdade é que os ganhamos para esta batalha!

A luta com a dinâmica que teve, com as iniciativas para a comunicação social em Santa Cruz, fizeram com que um senhor das Zonas altas do Funchal entrasse pelo centro de trabalho do partido e dissesse que o mesmo se passava no Funchal, a Comissão Concelhia do Funchal, fez reuniões locais , organizou-os e a luta ganhou uma dimensão regional, porque de facto, verificamos que este problemas eram sentidos em toda a faixa sul da lha da Madeira.

Existiram 3 iniciativas de massas neste processo, uma concentração em frente à Câmara de Santa Cruz com a entrega de um abaixo assinado pelos regantes, em que o Presidente da Câmara, nem respondeu aos regantes, o que ainda deu mais força à luta, seguiu-se uma concentração em frente à Aguas e Resíduos da Madeira empresa que tutela a água de rega, para a entrega de uma carta reivindicativa, que também não mereceu qualquer tipo de resposta, culminando numa manifestação em frente da porta da Quinta Vigia, onde decorria a reunião do governo, onde entregamos um abaixo assinado para o governo regional, que finalmente a muito custo responderam aos regantes do Funchal e não aos de Santa Cruz, ridicularizando, dizendo que a culpa era das condições meteorológicas. Em suma, foi muito importante o que foi alcançado, mas ainda existe um longo caminho de luta para garantir a água de rega para todos!

Apesar disto tudo, a verdade é que das quatro perspectivas de recrutamento para o partido, que surgiram através da luta conseguimos 3 recrutamentos o que foi muito importante, também para fortalecer a organização do nosso partido.

Viva ao XXI congresso do PCP
Viva ao Partido Comunista Português!

>
  • Intervenções
  • XXI Congresso
  • Central