Intervenção de Alexandre Araújo, Membro do Secretariado do Comité Central, XXI Congresso do PCP

A Festa do «Avante!»

Ver vídeo

''

Camaradas,

A Festa do Avante é das mais belas iniciativas do nosso Partido. A Festa do Avante que todos os anos projectamos e construímos, numa elevada expressão de militância e de trabalho colectivo envolvendo muitos membros e amigos do Partido, da JCP e da Festa, é a Festa de Abril e dos seus valores.

Realizada pelas mãos do Partido Comunista Português, é para todos. É a Festa da juventude, dos trabalhadores e do Povo Português.

A Festa é uma pequena amostra daquilo porque lutamos dia após dia, todos os dias.

Demonstração da capacidade de organização e realização do PCP, a Festa é um importante espaço de afirmação da sua identidade dos seus ideais, projecto e valores.

Desde o XX Congresso realizamos 4 edições da Festa do Avante, consolidámos a integração da Quinta do Cabo, investimos em mais infra-estruturas, alargamos e valorizamos a Festa, para “mais espaço mais Festa”. Reafirmámos a Festa como o mais importante acontecimento político, cultural, desportivo e de massas.

A Festa de 2020 ficará na história pelo que enfrentou, pelo êxito que constituiu a sua preparação, organização e concretização, pelo que representou de capacidade, de resistência, de responsabilidade e de determinação.

Enfrentámos uma insidiosa e violenta campanha, que à sombra da epidemia, procurou impedir, condicionar e esvaziar a Festa, que foi expressão do ódio que o grande capital e as forças reacionárias tem desde sempre à Festa do Avante!, recorreram à manipulação e à mentira, inventaram factos e números e chegaram ao ponto de abrir telejornais em horário nobre com capas falsas de jornais.

Aproveitando-se de legítimos receios e incertezas, procuraram agigantar o medo, criar a ilusão de um “regime de excepção para o PCP”; visando a Festa procuraram atingir o PCP, a quem não perdoam ser o mais firme e consequente obstáculo aos objectivos do capital e das forças de direita e o mais firme e consequente defensor de um projecto para Portugal assente nos valores de Abril.

Mas, camaradas, o que marca a 44ª Festa do Avante!, foi a capacidade do colectivo partidário para concretizar a Festa que não podíamos deixar de fazer e o importante êxito que constituiu.

Êxito que passou pela definição e concretização das medidas decididas para o funcionamento da Festa na suas mais diversas valências. Funcionamento exemplar mesmo quando as regras impostas tiveram critérios bem mais apertados do que em outras actividades similares.

Um Partido que sobre uma enorme pressão recriou a maior iniciativa cultural e política do nosso país e demonstrou que é possível assegurar as medidas de protecção da saúde publica e prosseguir com a fruição da cultura, do convívio e da vida.

Que é possível combater o medo e a resignação, combater o isolamento social, defender as liberdades e o regime democrático e dar esperança e confiança para a luta que continua por uma vida melhor.

Realizámos com responsabilidade e segurança, a Festa imprescindível, da coragem, alegria e criatividade e é justo que daqui reafirmemos a saudação ao colectivo partidário e a JCP, pela concretização da Festa, saudação que se estende a todos os que para ela contribuíram e nela participaram.

Camaradas,

A Festa deste ano, exigiu repensar espaços e iniciativas, conteúdos e programação, orçamentos, aspectos do funcionamento e do plano de divulgação. A situação obrigou-nos a discutir de forma mais profunda. A quebrar rotinas e a nada encarar como impossível. Este é o caminho que tem de prosseguir envolvendo o conjunto do Partido e muitos amigos da Festa.

Como refere a proposta de Resolução Política “Afirmando a concepção que identifica a Festa, e a distingue de quaisquer outras realizações, é necessário prosseguir a reflexão e a adopção de medidas para a valorização da sua expressão política e cultural, nomeadamente do seu amplo e diversificado programa com elementos que reforcem a sua capacidade de atracção a novos e mais alargados sectores”

São necessárias soluções para a simplificação da sua construção, assegurando a qualidade, segurança e beleza; para a melhoria da eficácia do funcionamento e da qualidade dos serviços; para o alargamento da responsabilização de quadros e equipas por mais tarefas, com o indispensável aproveitamento da experiência, e assegurando a sua renovação; para melhorar o trabalho de informação e divulgação da Festa, seja nas redes sociais ou no contacto directo, para o alargamento da Venda da EP para trazer mais juventude e mais visitantes à Festa pela primeira vez.

A Festa do Avante de 2021, que se realizará a 3, 4 e 5 de Setembro está a colocar desde já o envolvimento de todos na sua preparação. A EP está distribuída em todas as organizações e está disponível pelo segundo ano o conjunto oferta da Festa do Avante! a tempo do Natal como forma de dar expressão concreta à solidariedade para com a sua realização e como contributo para o seu êxito.

Porque sabemos camaradas, que quem visita a Festa do Avante! não lhe fica indiferente. Porque não há Festa como esta, onde se alie a discussão política e oferta gastronómica, desportiva, musical e artística, ao ambiente completo de festa, de convívio e serenidade, de reencontros e novas amizades, de solidariedade, de fraternidade que nos enche de orgulho e de energia para as batalhas que temos de travar.

E assim com todos os que participaram na Festa, com todos aqueles que por esta ou aquela razão este ano não puderam estar presentes e com muitos mais, marcamos encontro para a 45ª Festa do Avante!.

Viva o XXI Congresso
Viva o PCP

>
  • Intervenções
  • XXI Congresso
  • Central
  • XXI Congresso do PCP