Intervenção de Armindo Miranda, membro da Comissão Política do Comité Central

Saudação de Abertura do XXI Congresso do PCP

Ver vídeo

''

Camaradas em nome do Comité Central do Partido Comunista Português, bem-vindos ao nosso Congresso.

A todos uma saudação muito calorosa que, através de vós tornamos extensiva a todo o Partido. Ao grande colectivo partidário.

Certamente que os camaradas da Organização Regional de Lisboa estão de acordo com esta saudação a todos os camaradas delegados.

É com muito orgulho e satisfação que acolhemos o Congresso do Partido no Concelho de Loures.

Município onde a população tem acesso aos benefícios da gestão distintiva da CDU.

Terra de gente trabalhadora onde foram travadas importantes lutas por melhores condições de vida, pela Liberdade e a Democracia.

O nosso sincero agradecimento à Câmara Municipal de Loures alargado à Câmara Municipal de Odivelas, aos Serviços Municipalizados destes dois concelhos, às empresas municipais de Loures pela colaboração prestada ao nosso Congresso.

Uma palavra de agradecimento aos Bombeiros Voluntários de Loures

Uma saudação especial aos camaradas da Organização Regional de Lisboa e da Célula da Festa do Avante!, que na última semana participaram na implantação deste nosso Congresso.

Saudação extensível a todos os camaradas que, com o seu empenho militante garantem o funcionamento do Congresso em todas as suas componentes e procuram criar as melhores condições de trabalho aos camaradas delegados.

Na reprodução de documentos, no som e na imagem, na credenciação, na segurança, na higienização de todo o espaço, na limpeza, nas refeições, na bagageira, entre tantas outras tarefas que tornam possível a realização deste Congresso.

Camaradas, o grande capital fez tudo para impedir que estivéssemos hoje aqui a realizar o nosso Congresso.

E jogou forte, usou armas com grande eficácia e alcance com destaque para a altíssima dose de anticomunismo que, nas últimas semanas, difundiu usando tudo o que é comunicação social de que é dono ou controla.

E a tudo isso, usando a poderosa e invencível arma da força da razão, resistimos com a serenidade e combatividade própria dos vencedores.

E por isso, aqui estamos, com grande confiança e determinação para fazermos, aquilo que fazemos sempre que reunimos.

Encontrar as respostas para a resolução dos problemas dos trabalhadores, do povo e do país.

Camaradas, desta poderosa ofensiva anticomunista, há que retirar duas importantes conclusões:

- A primeira, confirmou que sem dúvida camaradas, no contexto em que lutamos, resistir já é vencer!

- A segunda, eles não conhecem bem este Partido! A sua história e combatividade revolucionária!

E já agora camaradas, não precisam de conhecer! Nós sim! Porque a luta continua!

Bom trabalho camaradas!

Viva o XXI congresso
Viva a JCP
Viva o PCP

>
  • Intervenções
  • XXI Congresso
  • Central