Intervenção de João Pimenta Lopes no Parlamento Europeu

Travar o aumento do custo de vida, regular preços, aumentar rendimentos

Ver vídeo

''

A esmagadora maioria da população em Portugal, como na Europa confronta-se com a brutal subida dos preços.

A vida está mais cara, os já magros salários e pensões não suportam estes aumentos.

As pequenas e médias empresas não aguentam os aumentos dos custos de produção.

À margem deste debate, as razões que determinam esta escalada da inflação: a especulação e o escandaloso aproveitamento dos grupos económicos da actual situação, os efeitos perversos das sanções.

Enquanto defendem mais dinheiro para a militarização e para a guerra, negam dinheiro para o aumento de salários, de pensões, para o investimento nos serviços públicos e no desenvolvimento dos sectores produtivos do país.

Faltam medidas que não sejam meros paliativos.
Contrariar o aumento do custo de vida exige o aumento geral e real de salários, desde logo o salário mínimo nacional.

Combater a precariedade, aumentar direitos.

É preciso regular e fixar preços.

Apoiar e dinamizar a produção nacional, substituir importações, garantir preços justos à produção, nomeadamente no sector agro-alimentar.

>
  • Assuntos e Sectores Sociais
  • Economia e Aparelho Produtivo
  • União Europeia
  • Intervenções
  • Parlamento Europeu
  • custo de vida
  • Inflação
  • Salários