Nota do Gabinete de Imprensa do PCP

Sobre o falecimento de Gabriel García Marquez

Sobre o falecimento de Gabriel García Marquez

Gabriel García Marquez morreu ontem com 87 anos na cidade do México. Narrador fabuloso, agilíssimo contador de histórias em domínios que a sua imaginação criava com os elementos transformados da diversa experiência humana, Garcia Marquez fundou com muitos outros escritores essa admirável criação colectiva que muitos tomaram como uma maneira étnica e geograficamente determinada: o realismo mágico. Essa maneira que começou por ser uma espécie de identidade cultural afirmada e depois se internacionalizou e se expandiu como uma influência cultural latino americana.

Morreu um grande escritor e um cidadão livre que sempre se manteve ao lado desses povos que vivem nas traseiras do império. Colombiano com um percurso solidário com a luta dos povos, ficam gravadas na memória do povo português as suas palavras de apoio à Revolução de Abril.

O PCP lamenta a sua morte e saúda a sua obra e os povos que ela pôs em diálogo com todos os outros povos do mundo.

>
  • Central
  • Declarações e Comunicados do PCP
  • Iniciativas e Encontros Internacionais