Pergunta à Comissão Europeia de João Pimenta Lopes no Parlamento Europeu

Sobre o assassinato de Shireen Abu Akleh e a situação na Palestina

Shireen Abu Akleh, reconhecida jornalista palestiniana, correspondente da Al-Jazeera, foi esta quarta feira, assassinada com um tiro na cabeça por forças israelitas em Jenin, no Norte da Cisjordânia ocupada. O chefe do canal Al-Jazeera afirmou que se tratou de um “assassinato premeditado por
parte do exército de ocupação”.

Segundo a agência WAFA, em 2021, foram registadas 384 situações de abuso por parte das forças israelitas contra jornalistas que trabalhavam nos territórios ocupados da Palestina.

Uma situação preocupante, no contexto da escalada de agressão de Israel contra o povo palestiniano, responsável por cerca de 50 mortes, centenas de feridos e de detenções de palestinianos por forças israelitas, apenas durante este ano.

Pergunto:
Que posição tomou face a estes assassinatos, nomeadamente o de Shireen Abu Akleh, e à escalada de agressão de Israel contra o povo palestiniano?

Que medidas está a tomar no quadro das relações com Israel e do respetivo acordo de associação (tendo em conta a respetiva cláusula de suspensão), na sequência destes acontecimentos que confirmam uma grave e reiterada violação de direitos humanos por parte de Israel?

>
  • União Europeia
  • Perguntas
  • Parlamento Europeu