Saudação ao Congresso da FRETILIN

 Saudação ao Congresso  da FRETILIN

O Secretário-geral do PCP enviou uma saudação ao IV Congresso Nacional da Frente Revolucionário do Timor-Leste Independente – FRETILIN, que teve lugar de 7 a 9 de Setembro, na capital do país, Dili.

Na mensagem, Jerónimo de Sousa lembra que os comunistas portugueses têm viva nos seus «corações a solidariedade com a FRETILIN, com a sua heróica luta pela libertação e independência de Timor-Leste, com a sua persistente e abnegada luta em defesa dos interesses do povo timorense», e manifesta a sua «plena confiança em que, enraizada e profundamente unida ao seu povo, a FRETILIN será capaz de continuar a encontrar as soluções para a concretização das aspirações e anseios do povo timorense», não obstante os grandes desafios que lhe são colocados na «construção de um Timor-Leste livre e soberano, de justiça e progresso social, de paz».

«Vivemos uma situação internacional marcada pela profunda crise do capitalismo e a sua manifesta incapacidade de dar resposta aos problemas da Humanidade», refere o documento, notando que esta situação «com sérios perigos» encerra também «reais potencialidades de desenvolvimentos progressistas e revolucionários». Apesar das dificuldades da hora presente, enfatiza-se, «acreditamos que as forças da liberdade, do progresso e da paz acabarão por prevalecer e impedir o desastre para que o imperialismo, com a sua política exploradora, opressora, agressiva e predadora, está a arrastar o mundo».

Na sua mensagem, o Secretário-geral do PCP reafirma a vontade em prosseguir e aprofundar os laços de amizade e cooperação que unem os dois partidos e os dois povos e países, expressando os melhores votos de sucesso aos trabalhos do «IV Congresso Nacional, à luta da FRETILIN pela construção de um Timor-Leste soberano, desenvolvido e pacífico».

>
  • Paz e Solidariedade
  • Actividade Internacional