Declaração de voto de João Ferreira no Parlamento Europeu

Resposta global da UE ao VIH/SIDA na UE e nos países vizinhos

As infecções pelo HIV crescem na Europa a um ritmo preocupante. Em 2009 foram diagnosticados e comunicados pelos Estados-Membros e pelos países do Espaço Económico Europeu perto de 26.000 novos casos. Mas nos países vizinhos da UE foram mais de 160.000 as pessoas infectadas. Estes números mostram não ser tolerável qualquer afrouxamento nos esforços de combate ao HIV. Pena é que a mesma maioria que o reconhece, com solenidade, quando se trata de assinalar o dia mundial de luta contra a sida, feche os olhos e vire costas ao desinvestimento que vem sendo feito, quer na área da prevenção quer na do combate. Desinvestimento determinado pelos cortes que vêm sendo feitos a coberto da dita austeridade. Austeridade que esta maioria aqui cauciona.

Em Portugal, é elucidativa a decisão, nos últimos dias, de encerrar a linha telefónica de apoio (Linha SIDA), a que se somam um conjunto de outras medidas que comprometem os tão necessários esforços, quer no campo da prevenção, quer no do tratamento.
É importante ter em conta que o acesso aos serviços de prevenção, tratamento e apoio é muito desigual nos diferentes Estados-Membros e, bem assim, empreender esforços para atenuar essas diferenças, investindo os recursos necessários para garantir, em cada país, um acesso equitativo a estes serviços.

>
  • Saúde
  • Declarações de Voto
  • Parlamento Europeu