Nota do Secretariado do Comité Central do PCP

PCP condena acto de terrorismo de Estado de Israel

PCP condena acto de terrorismo de Estado de Israel

O Partido Comunista Português condena o criminoso massacre perpetrado pelas forças militares israelitas contra a missão de ajuda humanitária que se dirigia à Palestina com cerca de dez mil toneladas de bens de primeira necessidade para fazer frente à calamitosa situação humanitária na Faixa de Gaza resultante do ilegal bloqueio mantido contra este território e o seu povo.

O ataque contra esta missão humanitária que custou até agora a vida de 15 civis de várias nacionalidades, constitui uma flagrante e chocante violação das mais elementares regras do direito internacional, um acto de pirataria e mais uma prova da política de terrorismo de um Estado que tem contado com a conivência e o apoio dos EUA e da União Europeia.

Perante tão grave acontecimento o PCP exige do governo português uma clara e pronta posição de condenação de mais este crime de Israel. Uma posição que no âmbito da política externa portuguesa e da participação de Portugal nas diversas instâncias internacionais, não permita qualquer impunidade de Israel e retire deste acontecimento todas as consequências políticas, diplomáticas e de relacionamento com o Estado de Israel.

O PCP reiterando o seu inequívoco apoio à luta do povo palestiniano pela edificação do Estado da Palestina nas fronteiras anteriores a 1967 e com Capital em Jerusalém, apela ao povo português, às organizações do movimento da paz e de solidariedade com o povo da Palestina, que expressem o seu protesto, indignação e condenação face a mais um hediondo crime do Governo e das forças militares israelitas.

>
  • Central
  • Declarações e Comunicados do PCP
  • Terrorismo