Encontro Internacional de Partidos Comunistas e Operários

 

Nota à Imprensa da reunião do Grupo de Trabalho do
Encontro Internacional de Partidos Comunistas e Operários

Acolhida pelo Partido Comunista Português, realizou-se em Lisboa, no dia 16 de Fevereiro, uma reunião do Grupo de Trabalho, preparatória do próximo Encontro Internacional de Partidos Comunistas e Operários.

Tendo em conta a prática anterior, a reunião foi aberta a todos os partidos que participam nos Encontros Internacionais, tendo participado os seguintes partidos:

Partido Comunista Sul Africano
Partido do Trabalho da Bélgica
Partido Comunista do Brasil
Partido Comunista de Cuba
Partido Comunista de Espanha
Partido Comunista dos Povos de Espanha
Partido Comunista da Grécia
Partido Comunista da Índia (Marxista)
Partido dos Trabalhadores da Irlanda
Partido dos Comunistas Italianos
Partido Comunista Libanês
Partido do Povo do Panamá
Partido Comunista Português
Partido Comunista da Boémia e Morávia
Partido Comunista da Federação Russa
Partido Comunista da Síria
Partido Comunista da Ucrânia

A reunião que decorreu num ambiente de franca camaradagem, valorizou muito positivamente as propostas e contributos para o tema do Encontro de 2008 que foram enviados previamente por numerosos partidos para o Partido Comunista do Brasil, o partido anfitrião desse Encontro.

Foi decidido que o 10º Encontro Internacional de Partidos Comunistas e Operários se realizará em  21, 22 e 23  de Novembro de 2008 na cidade de S. Paulo, Brasil, com o tema “Novos fenómenos no quadro internacional. Contradições e problemas nacionais, sociais, ambientais e interimperialistas em agravamento. A luta pela paz, a democracia, a soberania, o progresso e o socialismo e a unidade de acção dos Partidos Comunistas e Operários”.

Os partidos participantes aproveitaram a ocasião para uma ampla troca de opiniões sobre a situação internacional, a situação nos seus países e as suas tarefas prioritárias.
Mereceu particular atenção a profundidade da actual crise económica do capitalismo, que evidencia o seu carácter sistémico, e a crescente instabilidade que acarreta com a tendência para o agravamento da exploração dos trabalhadores, o acentuar da vertente militarista na ofensiva do imperialismo, a par duma intensa campanha ideológica e dum generalizado ataque a direitos e liberdades fundamentais.

Perante a anunciada e eminente declaração unilateral de independência do Kosovo, os participantes na reunião expressaram a sua condenação por uma decisão que se inscreve no processo de desmembramento da Jugoslávia violando o direito internacional e que, a consumar-se, constituirá um grave precedente e um indiscutível factor de instabilidade e de agravamento da tensão nos Balcãs e na Europa. Dando expressão concreta a esta posição, os partidos aprovaram uma declaração comum que propõem à subscrição por outros partidos.

Abordando a grave situação no Médio Oriente e, em particular no Iraque, na Palestina e no Líbano e na Síria, manifestaram a sua solidariedade aos povos e forças progressistas da região que corajosamente resistem e lutam contra o imperialismo e a guerra.

Analisando a situação no continente africano, expressaram a sua solidariedade para com as forças progressistas e os povos de África, nomeadamente os do Chade e do Kenya, que prosseguem a luta pela paz, a soberania e o desenvolvimento e que estão confrontados com processos de desestabilização de natureza imperialista. Os participantes condenaram ainda a decisão de instalação do comando militar norte-americano no continente africano.

Simultaneamente os partidos presentes na reunião do Grupo de Trabalho do Encontro Internacional de Partidos Comunistas e Operários expressaram a sua solidariedade para com o povo de Cuba socialista e demais povos da América Latina em luta pela sua soberania e o progresso social, assim como aos povos e forças que por todo o mundo persistem na sua luta pela democracia, a justiça social, a paz e o socialismo.

Os partidos participantes expressaram o seu reconhecimento ao Partido Comunista Português pelas condições criadas em Lisboa para esta reunião do Grupo de Trabalho.

Lisboa, 16 de Fevereiro de 2008

>
  • Central
  • Grupo de Trabalho
  • Encontro Internacional de Partidos Comunistas e Operários
  • Actividade Internacional