Intervenção de Jerónimo de Sousa, Secretário-Geral, Desfile CDU

Dia 30 é o voto na CDU que conta e contará como nenhum outro para abrir um horizonte de esperança na vida deste País!

Ver vídeo

''

Camaradas e amigos,

Quero saudar-vos a todos, e, em cada um de vós, quero saudar todos os homens e mulheres que ao longo deste tempo de combate eleitoral assumiram com toda a disponibilidade e com uma generosidade imensa o papel de construtores do resultado da CDU.

Saúdo particularmente a juventude CDU que emprestou a esta campanha uma grande alegria e dinâmica, realizando iniciativas próprias, aqui e em todo o País, com milhares de participações, em que sobressaiu o desfile e o comício que no último Domingo coloriu de tantas cores as ruas de Lisboa.

Estamos a poucos dias do acto eleitoral. Umas eleições que não desejámos, mas que o PS quis, porque não queria soluções.
Chegamos aqui somando apoios; somando confiança; somando novas energias, com a certeza de que de Norte a Sul do País cada um dos candidatos da CDU, e milhares de apoiantes e activistas, fizeram um notável trabalho de contacto, esclarecimento e mobilização para o voto.

A cada um deles, que confirmam a dimensão ímpar do trabalho colectivo na CDU, queremos deixar aqui uma palavra de apreço.

Cada conversa feita; cada documento distribuído; cada contacto com um amigo, com um colega ou com um vizinho é um contributo valioso, que conta para dia 30 e para os dias que hão-de vir.

Mas a cada um deles e a cada um de vós é preciso dizer mais alguma coisa. É preciso lembrar que ainda faltam dois dias até às eleições. É preciso lembrar, que até às 19h do próximo Domingo, pelos salários; pelas pensões; pelos direitos; pelo Serviço Nacional de Saúde; pela habitação, é ainda tempo para agir.

É ainda tempo para um último telefonema, uma explicação final; para mais um apelo para o voto na CDU. Para que ninguém falte! Para que ninguém fique em casa! Para que ninguém deixe a outros o que cada um tem de decidir!

O voto na CDU é o voto decisivo para todas as grandes questões que estão em causa nestas eleições. É o voto decisivo para a eleição de cada um dos 230 deputados que estão em jogo.

Sim, o que se vai eleger são deputados por cada um dos círculos eleitorais do País, incluindo neste Circulo Eleitoral de Lisboa, onde a CDU tem uma importante representação com uma notável intervenção a favor das suas populações. Os trabalhadores e o povo do distrito de Lisboa sabem bem que foram os deputados da CDU (e não outros) que estiveram em todos os momentos ao seu lado, em todas as lutas.

Os trabalhadores e o povo sabem que não há avanço positivo para as populações que não tenha contado com a iniciativa, a proposta ou o contributo decisivo do PCP, do PEV, da CDU.

Os trabalhadores e o povo sentem bem nas suas vidas o que com a CDU se conquistou! Quando usam o passe intermodal no transporte público e quando os seus filhos têm acesso a manuais escolares gratuitos.

Mas, se o voto na CDU é decisivo para eleger deputados vinculados aos interesses das populações, ele é decisivo também para derrotar a direita. Todos os deputados eleitos pela CDU serão postos ao serviço da convergência, para negar ao PSD e ao CDS e aos seus sucedâneos o desejo de se aproximarem do poder.

Os deputados eleitos pela CDU serão determinantes para impedir que o PS se entregue dos braços do PSD, como nestes dias vem admitindo fazer. Foi a CDU que foi decisiva para afastar a direita em 2015. Por outros, PSD e CDS tinham prosseguido a sua governação de desastre.

Todos aqueles que hoje estão legitimamente preocupados com os projectos reaccionários do PSD, do CDS, do Iniciativa Liberal e do Chega, encontram aqui a mesma determinação de não os deixar passar agora, como não passaram em 2015.

É preciso é darem mais força à CDU, força que sabem que será plenamente utilizada!

Será a força que a CDU tiver que determinará a força com que essa convergência se venha a realizar. Mas, não menos importante, o voto na CDU será decisivo para as soluções que o País precisa e que os trabalhadores e o povo reclamam e aspiram.

Voto que é decisivo para o aumento geral dos salários! Quem votar na CDU sabe que pode contar com a sua determinação para aumento significativo do salário médio.

Quem votar na CDU sabe que nos batemos pela revogação das normas gravosas do Código do Trabalho, designadamente a caducidade da contratação colectiva.
Quem votar na CDU sabe que nos batemos pelo aumento dos salários dos trabalhadores da Administração Pública. Para ver garantida a reposição do poder de compra perdido; pela valorização das carreiras e profissões; pelo aumento do salário mínimo nacional que hoje todos os partidos dizem querer, mas que chumbaram quando o PCP apresentou propostas para o aumentar.

Quem votar na CDU sabe que a defesa do Serviço Nacional de Saúde será colocada como prioridade na nossa intervenção para assegurar um caminho que trave a sua degradação, com a fixação dos profissionais-médicos, enfermeiros, técnicos e auxiliares-, assegurando-lhes melhores salários, carreiras e condições de trabalho.

Quem votar na CDU sabe que nos bateremos com todas as forças pelo aumento extraordinário das pensões, assegurando a reposição do poder de compra de todos os pensionistas. Os pensionistas não esquecerão que foi pela iniciativa e persistência da CDU que foi possível aumentos extraordinários de pensões, que PSD e CDS rejeitavam e a que o PS resistiu.

Quem votar na CDU sabe que o caminho que iniciámos, de garantia na lei do direito às creches gratuitas para todas as crianças, é para prosseguir, com a proposta de construção de uma rede pública de oferta.

Quem votar na CDU sabe que insistiremos na revogação a lei dos despejos de PSD e CDS. Não aceitamos que hoje continuem jovens ou idosos a ser expulsos das suas casas para servir os interesses da especulação, porque a lei assim o permite.

Porque é tudo isto que está em causa nestas eleições.É a cultura como direito essencial para todos; É a Escola Pública, que precisa de investimento e de meios humanos; É a fiscalidade, que precisa de maior justiça, tributando os grandes grupos económicos e acabando com os benefícios fiscais milionários, e aliviando os trabalhadores e as micro, pequenas e médias empresas.

Sim, camaradas, o que está em causa no próximo dia 30 são as soluções que queremos para o País. O voto na CDU é o único que dá garantias de se bater por cada uma delas.

E é por isso que quero retomar o apelo que vos deixei ainda há pouco. Temos dois dias para avisar toda a gente!

Votar na CDU é seguro! É preciso que cada um se mobilize para fazer crescer esta dinâmica de simpatia e apoio que a CDU sente por todo o País.

O voto na CDU contará sempre para defender os salários e os direitos; as pensões; o Serviço Nacional de Saúde e a Habitação.

O voto na CDU contará duplamente para derrotar a direita porque cada deputado a mais da CDU é um deputado a menos dos partidos da direita, mas é também um deputado que nunca deixará passar nem a direita nem a extrema-direita.

Vivemos um tempo de decisões importantes. Quando querem travar avanços e promover retrocessos, quando são promovidos projectos reaccionários, faço daqui um alerta e um apelo aos portugueses: Não faltem no dia 30! Votem na CDU! Que nenhum democrata fique em casa! Votem na CDU!

Votem nesta força da coragem e da determinação; preparada e capaz de enfrentar e derrotar as forças reaccionárias e de extrema-direita.

A força da coragem e da determinação, para afirmar os valores de Abril no presente e no futuro de Portugal!

Estamos todos os dias a construir um grande resultado da CDU. Um resultado que se expressará, logo no dia seguinte, como promotor das convergências em torno das respostas que são precisas e como motor da luta de massas para lhes dar suporte.

Quantas vezes ouvimos dizer: “eu pensei que o meu voto não fosse assim tão importante…”. Que ninguém hesite! Que ninguém se engane! Cada voto na CDU conta nesta batalha do presente e do futuro.

Dia 30 de Janeiro é dia de trazer ao voto todas as reivindicações, todas as exigências. Com a confiança e a determinação que pomos em todas as lutas. Dia 30 é o voto na CDU que conta e contará como nenhum outro para abrir um horizonte de esperança na vida deste País!

É animados com a força que cada um de vós nos traz, que seguiremos ao lado dos trabalhadores e do povo, todos os dias!

Viva a CDU!

>
  • Central
  • CDU
  • eleições legislativas 2022
  • legislativas 2022