Nota do Gabinete de Imprensa do PCP

Com o PCP na rua contra as injustiças e o desastre económico e social

Com o PCP na rua contra as injustiças e o desastre económico e social
No momento em que PS, PSD e CDS comprometem o futuro do país e atacam o regime democrático, o PCP realizará nos próximos dias 17, 18 e 19 de Junho três grandes desfiles nos centros das cidades de Lisboa, Évora e Porto, em defesa do emprego, produção nacional, da justiça social, da soberania nacional e por uma política patriótica e de esquerda. O futuro do país está a ser comprometido. Numa escalada sem precedentes, PS e PSD, rasgam compromissos, conspiram contra os interesses nacionais e anunciam novos sacrifícios para os trabalhadores e para o Povo português. Roubo nos salários e pensões, aumento dos preços, cortes no subsídio de desemprego e nas prestações sociais, corte no investimento público, privatizações, mais injustiças e mais exploração, é esta a política de desastre nacional que querem impor. Para o grande capital, para os grupos económicos e financeiros, para as potências da União Europeia, para aqueles a quem os sacrifícios nunca tocam, ficam os lucros e privilégios. É preciso agir! É urgente dizer basta! É urgente travar este rumo de desastre nacional e assegurar a ruptura com a política de direita. É urgente afirmar uma outra política patriótica e de esquerda que resgate o país do abismo e garanta aos trabalhadores e ao Povo português a melhoria das suas condições de vida. Contra as injustiças e o desastre económico e social. Contra a exploração capitalista e as desigualdades. Contra ao roubo nos salários e o aumento do custo de vida. Contra as privatizações e o corte no investimento público. Pelo emprego, em defesa da produção, da justiça social e da soberania nacional, por uma política patriótica e de esquerda, o PCP realizará nos próximos dias 17, 18 e 19 de Junho três grandes desfiles nos centros das cidades de Lisboa, Évora e Porto, respectivamente. Três grandes iniciativas do PCP abertas à participação de todos os democratas, de todos os patriotas conscientes dos perigos que a actual política comporta para o país, e que aí queiram expressar o seu protesto, a sua indignação e a sua luta por uma vida melhor. Num momento em que PS, PSD e CDS, ao serviço dos grupos económicos e financeiros, comprometem o futuro do país e atacam o regime democrático, o PCP apela à luta dos trabalhadores e das populações para que façam ouvir a sua voz, para que façam sentir a sua força.
>
  • PCP
  • Trabalhadores
  • Central