Comício CDU em Esmoriz, Ovar

A CDU é grande força impulsionadora da ruptura e da mudança necessária no País

A CDU é grande força impulsionadora da ruptura e da mudança necessária no País

"O que sentimos e verificamos é que cada vez mais portugueses querem ver mudado o rumo das suas vidas e que vêem na CDU, muito justamente, a grande força impulsionadora da ruptura e da mudança necessária no País" afirmou Jerónimo de Sousa no comício de apresentação da Lista da CDU ao Círculo Eleitoral de Aveiro, realizado no Passeio Marítimo de Esmoriz.

"Temos andado por todo o País e o que sentimos e verificamos é que a CDU é hoje para muitos mais portugueses a grande força que transporta a esperança por um Portugal melhor, por um Portugal com futuro. O que sentimos e verificamos é que mais portugueses desejam uma CDU forte, com mais votos e mais deputados, porque não querem ver prosseguida, como pretendem PSD/CDS-PP, mas também o PS, a política de corte e degradação dos salários, das reformas e pensões, dos serviços públicos, dos seus direitos à saúde, à educação, à segurança social e, simultaneamente, ver atribuídas novas benesses ao grande capital! Não querem ver prolongado por muitos mais anos um desemprego massivo, a precariedade no trabalho que se traduz em precariedade da própria vida, o trabalho sem direitos e o aumento da exploração! Um País onde se vêem os trabalhadores depauperados por uma política de saque dos rendimentos do trabalho e das reformas", acrescentou.

O Secretário-Geral relembrou que "ainda há uns dias vimos publicado uma estimativa do que significou este período da legislatura em termos de perdas do rendimento trabalho. Falavam num corte de 7,6 mil milhões nos salários, enquanto as rendas do capital subiam para o seu segundo maior nível de sempre! Esta semana mesmo se anunciava que os trabalhadores a receber a salário mínimo nacional tinha crescido 73% desde 2011. É o modelo de desenvolvimento a que aspiram PSD, PS e CDS-PP, um modelo económico assente nos baixos salários e trabalho sem direitos".

"O que sentimos e verificamos é que cada vez mais portugueses reconhecem que o País precisa do concurso desta grande força que é a CDU - a força capaz de dar uma nova vitalidade e um novo impulso à vida do País e ao seu desenvolvimento! Desta força que tem e apresentou soluções para o País capazes de dar expressão a uma política patriótica e de esquerda identificada com as aspirações dos trabalhadores e do povo português a uma vida melhor, mais digna e justa. Realizável com a força e a luta dos trabalhadores e do povo português, com a inscrição como factor decisivo e estratégico do crescimento económico, com a afirmação determinada e firme do direito do País a um desenvolvimento soberano" sublinhou Jerónimo de Sousa.

O comício contou ainda com a participação e intervenções de Adelino Nunes, mandatário da Candidatura da CDU ao Círculo Eleitoral de Aveiro, Antero Resende, do Partido Ecologista «Os Verdes», Miguel Viegas, primeiro candidato da CDU às Eleições Legislativas pelo Círculo Eleitoral de Aveiro.

>
  • CDU Legislativas 2015
  • Central