Intervenção de João Ferreira no Parlamento Europeu

Alterações à legislação laboral em Portugal

Em Portugal, nas últimas semanas, consumou-se mais um retrocesso social e civilizacional - com o patrocínio da União Europeia e do FMI, e a assinatura dos partidos nacionais que aceitam, defendem e implementam o seu autêntico pacto de agressão ao país e ao seu povo.

As alterações à legislação laboral atingem conquistas históricas dos trabalhadores e desferem mais um rude golpe numa já fragilizada democracia:

Facilitação dos despedimentos e redução das indemnizações; redução do pagamento do trabalho suplementar e nos dias de descanso e feriados; redução dos dias de férias e supressão de feriados - ou seja, trabalho forçado e gratuito; tentativa de generalização da contratação precária e de desarticulação da contratação colectiva.

Serão milhões de euros mais que, por esta via, serão extorquidos aos trabalhadores portugueses. Ao mesmo tempo que se promove a eliminação de mais postos de trabalho (poderão superar os 90 mil), numa altura em que o desemprego atinge já níveis históricos.

Não é tarde para romper com este caminho. É hora de o fazer! Vão afirmá-lo, uma vez mais, os milhares de pessoas que voltarão a encher as ruas de Lisboa, já no próximo sábado, dia 26.

>
  • Trabalhadores
  • Intervenções
  • Parlamento Europeu