Declaração de Jerónimo de Sousa, Secretário-Geral, Manifestação Nacional de Professores

Solidariedade com justa luta dos Professores

Ver vídeo

''

Uma delegação do PCP, que contou com a presença de Jerónimo de Sousa, esteve presente na Manifestação Nacional de Professores.

Realizada no Dia Mundial de Professor, a manifestação correspondeu a um sentimento profundo dos professores que viram o Governo, terminar unilateralmente as negociações com vista ao cumprimento integral do que a Lei estabelece sobre o tempo de serviço para efeitos de progressão na carreira, é ilegítima e injusta.

A contagem do tempo de serviço para efeitos de progressão teve consagração em Lei por via do Orçamento do Estado de 2018. A sua concretização nos termos em que se encontra previsto, quanto ao prazo e modo, mas reconhecendo todo o tempo de serviço prestado, tem de ser encontrada na negociação com as organizações representativas dos trabalhadores dos sectores abrangidos.

O Secretário-Geral do PCP considerou "a posição do governo inaceitável, por isso vamos pedir a Apreciação Parlamentar do Decreto-Lei, vamos solicitar a presença do Ministro da Educação na Assembleia da República e contamos com a luta dos professores, como esta grande manifestação aqui está a demonstrar, para resolver esta situação injusta e ilegítima".

>
  • Trabalhadores
  • Central
  • Professores

Partilhar