Intervenção de João Oliveira na Assembleia de República

Sobre as matérias em torno da Caixa Geral de Depósitos

Sr. Presidente,
Sr.as e Srs. Deputados,
Srs. Membros do Governo,

Sobre a Caixa Geral de Depósitos — este debate repete-se, mas ainda assim vale a pena deixar mais alguma coisa dita sobre isto — o PSD e o CDS não querem impor limites aos salários. Se quisessem impor limites aos salários, tinham aprovado as propostas do PCP que foram apresentadas aqui há um tempo e não apresentavam de novo propostas com outros salários milionários que não aqueles que estão hoje em vigor.

O PSD e o CDS não querem transparência rigorosamente nenhuma, porque senão também já tinham aprovado as propostas do PCP que foram discutidas na Comissão e não se limitavam a trazer propostas inúteis à Assembleia da República. Quando essas medidas entrarem em vigor já a situação terá sido resolvida pelo Tribunal Constitucional, que entretanto terá aplicado as leis que os senhores dizem que devem ser aplicadas.

Se o PSD e o CDS estivessem verdadeiramente preocupados com estas questões, tinham-se incomodado com o salário de 30 000 € de Sérgio Monteiro e tinham aprovado propostas que já aqui trouxeram para resolver esses problemas. Não querem!

Querem, verdadeiramente, privatizar a Caixa, achincalhar a Caixa e utilizar a Caixa como arma de arremesso político. Mesmo que os senhores queiram pôr-nos todos a dançar ao som da vossa música, não contam com esse apoio da bancada do PCP.

>
  • Economia e Aparelho Produtivo
  • Assembleia da República
  • Intervenções
  • Apreciação na Especialidade
  • Orçamento do Estado para 2017

Partilhar