Intervenção de João Pimenta Lopes no Parlamento Europeu

Situação na Venezuela

O ódio que aqui se destila, é o ódio neocolonial de quem despreza e rejeita que um povo, soberanamente, tome em mãos as rédeas do seu destino.

Assim o faz há 18 anos o povo Venezuelano, rejeitando o jugo e a exploração capitalista, construindo um modelo de sociedade distinto, que logrou, neste período, alcançar avanços de desenvolvimento social, político, cultural, educativo, que poucos ou nenhuns países da UE podem reclamar.

O vosso ódio, projectado mediaticamente pela mentira, promove e alimenta uma direita reaccionária, fascista, que na Venezuela, com apoio dos EUA e da UE, tem promovido nos últimos anos, um crescendo cada vez maior de violência desproporcionada e profunda desestabilização económica e social.

Um ódio que visa sanções que ignoram a norma constitucional do país.

O mesmo ódio que impõe agora criminosas sanções contra a Venezuela, de que será vítima, em primeira mão, o povo Venezuelano, espalhando a fome e a miséria, através de um feroz bloqueio económico, que apenas serve os vossos objectivos e interesses económicos e geoestratégicos.

>
  • União Europeia
  • Intervenções
  • Parlamento Europeu

Partilhar