Declaração de Jerónimo de Sousa, Secretário-Geral, Travessia fluvial

Por um transporte público ao serviço das populações e do País é necessário o reforço de meios para a Transtejo e Soflusa

Ver vídeo

''

Uma delegação do PCP, que contou com a presença de Jerónimo de Sousa, realizou uma travessia fluvial entre o Seixal e Lisboa para alertar para a situação caótica que tem vindo acontecer nas empresas Transtejo e Softlusa com a supressão de carreiras, falta de pessoal e avarias sistemáticas com grande impacto na vida das pessoas que todos os dias atravessam o rio para trabalhar ou estudar em Lisboa.

"São pessoas que trabalham e estudam e que viram as suas vidas transformadas num inferno e em risco por falta de condições de segurança, isto acontece porque as infra-estruturas foram abandonadas, a manutenção e reparação praticamente não existe, a falta de investimento nas duas empresas levam a este estado de degradação. Foi neste sentido que apresentámos, no quadro da discussão na especialidade do Orçamento do Estado, uma proposta de reforço de dez milhões de euros para estas duas empresas" afirmou o Secretário-Geral.

Jerónimo de Sousa considerou que "é importante dar resposta estrutural a um problema estrutural e à necessidade de entrada de trabalhadores, de reparação e manutenção a tempo criando condições para o bem-estar das pessoas".

>
  • Economia e Aparelho Produtivo
  • Central
  • Softlusa
  • transportes públicos
  • Transtejo

Partilhar