Economia e Aparelho Produtivo

Remuneração dos criadores culturais a partir das receitas das plataformas digitais

Relativamente à proposta de Directiva do Parlamento Europeu e do Conselho visando regular dos direitos de autor no mercado único digital, apresentada em 2016 pela Comissão Europeia e actualmente em discussão nos dois órgãos co-legisladores, solicito à Comissão Europeia informação detalhada sobre todas as opções consideradas e avaliadas, no âmbito da preparação da mencionada proposta, no que se refere à possibilidade de remuneração dos criadores culturais a partir das receitas de publicidade angariadas pelas plataformas digitais graças às obras destes criadores.

Aumento dos apoios concedidos em situação de cessação temporária das actividades de pesca, o caso da frota do cerco em Portugal

As continuadas e crescentes restrições impostas à frota do cerco em Portugal, em resultado das medidas adoptadas com o objectivo enunciado de defesa do manancial de sardinha Ibérica – que tem vindo a evidenciar uma evolução positiva em diversos indicadores, – constituem um pesado fardo e uma séria ameaça à sobrevivência do sector, degradando as condições de vida, já precárias, impostas aos seus profissionais. Perante este cenário, impõe-se o reforço das medidas de apoio público ao sector.

Revisão da PAC Pós-2020 - Contra o Aprofundamento da Liberalização, pela igualdade (de ajudas) entre agricultores, pela regulação dos mercados agrícolas

Revisão da PAC Pós-2020 - Contra o Aprofundamento da Liberalização, pela igualdade (de ajudas) entre agricultores, pela regulação dos mercados agrícolas

Promovido pelos Deputados do PCP no Parlamento Europeu em colaboração com o Grupo da Esquerda Unitária Europeia / Esquerda Verde Nórdica, realizou-se o seminário subordinado ao tema “Revisão da PAC Pós-2020 - Contra o Aprofundamento da Liberalização, pela igualdade (de ajudas) entre agricultores, pela regulação dos mercados agrícolas”.

Ver vídeo
«O caminho para combater a prostituição exige políticas concretas que eliminem a pobreza e melhorem a protecção social»

«O caminho para combater a prostituição exige políticas concretas que eliminem a pobreza e melhorem a protecção social»

Caras e caros amigos,

Quero, em primeiro lugar, e em nome da Comissão para a Igualdade entre Mulheres e Homens da Confederação Geral dos Trabalhadores Portugueses (CGTP-IN), agradecer o convite que nos foi dirigido, pelos deputados do PCP no Parlamento Europeu, para participarmos neste Seminário.

Ver vídeo
«A legalização da prostituição em Portugal representaria legitimar os mecanismos de opressão, exploração e violência sobre as mulheres»

«A legalização da prostituição em Portugal representaria legitimar os mecanismos de opressão, exploração e violência sobre as mulheres»

Quero agradecer a todos os que acederam ao nosso convite para participar neste Seminário e a todos os seus intervenientes: os oradores convidados, os deputados de partidos que integram o GUE e os Deputados do PCP-responsáveis pela realização deste Seminário - e cujas intervenções deram, como se esperava, um importante contributo aos seus objetivos.

Ver vídeo

A seca em Portugal

Fim da consulta pública sobre a Política Agrícola Comum

Fim da consulta pública sobre a Política Agrícola Comum

Acaba hoje a consulta pública sobre a modernização e simplificação da Política Agrícola Comum (PAC) lançada pela Comissão Europeia em Julho último.

A PAC, lançada nos anos 60, conheceu sucessivas reformas, a última das quais em 2013, culminando uma tendência clara orientada para a liberalização dos mercados e para a destruição de todos os instrumentos públicos de regulação da produção.

Praga nos citrinos - Madeira

Foi detetada recentemente na Região Autónoma da Madeira a presença de um inseto picador-sugador, Trioza Erytreae, hemíptero da família Triozidae. Este inseto, mais conhecido pela psila-africana-dos citrino, está presente na Europa, e é portador da bactéria Candidatus Liberibacter spp, verdadeiro agente da doença e para a qual não existe tratamento.

Impacto da redução das capturas de peixe-espada-preto na Região Autónoma da Madeira e medidas de compensação

A acentuada redução das capturas de peixe-espada-preto prevista para 2017 e 2018, na Região Autónoma da Madeira, comporta consequências negativas muito significativas, no plano social e económico, a nível regional e local, dado que são às centenas, os pescadores, pequenos armadores, comerciantes, e respectivas famílias, que dependem desta actividade económica para sua subsistência.

Em face do exposto, solicito à Comissão Europeia que me informe sobre o seguinte: