Quartetu Matt Pavolka (EUA)
Terça, 24 Julho 2007
matt

O quarteto do contrabaixista Matt Pavolka tem vindo a revelar-se um dos grupos mais interessantes e originais na área do novo jazz nova-iorquino, tendo integrado, conjunturalmente, alguns dos mais notáveis jovens músicos ligados a este movimento, como Darren Beckett, Mark Ferber, Jochen Rueckert, Dan Raiser, Bill McHenry, Rob Stillman, Sam Sadigursky, Chris Cheek e Jacob Sacks. Actualmente, para além do próprio Pavolka, o quarteto é constituído por Ben Monder (guitarra), Pete Rende (piano) e Ted Poor (bateria).

Matt Pavolka fez a sua formação musical e jazzística ao lado de nomes importantes do jazz actual, como Kurt Rosenwinkel, Seamus Blake, Jeff Ballard ou Mark Turner, entre outros. Durante a última década, ele tem sido uma força vital na cena nova-iorquina do jazz e da música criativa, tendo já tocado com músicos como Magali Souriou, Elysian Fields, Guillermo Klein, Tony Malaby, Matt Renzi, Josh Roseman, o guitarrista português André Fernandes ou grandes mestres como o saxofonista Lee Konitz, integrando ainda outros grupos em ascensão, como os House of Illusion, a Ryan Scott Orchestra ou o Newsreel de Ohad Talmor. Matt Pavolka tem realizado digressões pela Europa e pelo Japão, gravando recentemente o seu primeiro álbum para a editora independente portuguesa Tone of a Pitch. Radicado em Nova Iorque desde 1994, Pavolka é natural de Bloomington, Indiana, sendo o seu primeiro instrumento o trombone, com o qual, aliás, ganhou uma bolsa de estudo para o famoso Berklee College of Music (Boston), tendo ali mudado de instrumento para o contrabaixo, no qual se formou, alcançando elevada classificação e ainda o Prémio Charles Mingus pelo seu trabalho como compositor.

Ben Monder é, certamente, o mais conhecido e experiente membro do quarteto de Pavolka, com uma carreira já notável em vários contextos do jazz moderno. Radicado em Nova Iorque há duas décadas, Monder estudou música na Universidade de Miami e no Queens College. Entre os grupos mais destacados nos quais já tocou, contam-se os de Jack McDuff, Marc Johnson, George Garzone ou Tim Berne, tendo também colaborado com a Carnegie Hall Jazz Orchestra, o Large Ensemble de Kenny Wheeler ou o grupo Los Guachos de Guillermo Klein. Hoje em dia, Ben Monder é membro regular da Orquestra de Maria Schneider, do Novo Noneto de Lee Konitz e da Electric Bebop Band de Paul Motian.

Pete Rende nasceu em 1972, em Lone Jack, Missouri e (como faz questão de afirmar) cresceu numa pequena quinta, rodeado de galinhas e vacas, plantações de milho e feijão. O céu enorme e os campos sem fim do Missouri acompanharam-no na sua descoberta do piano (aos 6 anos de idade) tendo-se o estudo do instrumento tornado um hábito, até que veio para a grande cidade - para o Berklee College de Boston - onde prosseguiu os estudos, radicando-se mais tarde em Brooklyn (Nova Iorque) e ali tendo encontrado vários companheiros com os quais se desenvolveu musicalmente, instrumentistas como Chris Cheek, Bill McHenry, Rebecca Martin, Jen Chapin, Chiara Civello, Matt Garrison, John Ellis, Mark Turner e muitos outros. Trabalha actualmente na concepção do seu primeiro álbum.

Ted Poor nasceu e cresceu nos arredores de Rochester (Nova Iorque) e frequentou a Eastman School of Music entre 1999 e 2003, onde estudou bateria com Rich Thompson e percussão com John Beck. Transferindo-se para a cidade de Nova Iorque em 2003, rapidamente se integrou na movimentada cena jazzística e da música improvisada, tocando com o quarteto de Ben Monder, o trio de Cuong Vu, o quarteto de David Berkman ou o quarteto de Jerome Sabbagh. Mais recentemente, colaborou em gravações e actuações públicas nos grupos de Chris Potter, Bill Frisell, Maria Schneider, Kermit Driscoll, Marc Ducret, Rich Perry, Wycliffe Gordon ou Joe Locke, tendo realizado várias digressões como líder e sideman pelos EUA, Europa e Japão. O último trio que Ted Poor dirigiu teve a colaboração de Ralph Alessi e Ben Monder, sendo ainda co-fundador do Brooklyn Jazz Underground, simultaneamente um grupo musical e uma cooperativa de músicos dedicados à prática da música improvisada.