Dia Internacional da Mulher - 8 de Março, um dia para assinalar uma luta de todos os dias

A Voz das Camaradas

«A Voz das Camaradas» nº 10 de Março/Abril de 1957

Avante! de 1975

«Avante!» de 6 de Março de 1975

Em 1910 por proposta de Clara Zetkin foi proclamado o Dia Internacional da Mulher, a ser assinalado todos os anos e em todos os países visando dar força à organização e luta das trabalhadoras. Por direitos políticos, económicos e sociais.

Em Portugal, não obstante esta data ser proibida pelo fascismo, as alusões a esta data remontam aos anos 50 do século passado por iniciativa do PCP, partido ilegalizado pelo fascismo e que desenvolvia a sua actividade de forma clandestina.

Nos finais dos anos 60 e início dos anos 70 é o Movimento Democrático de Mulheres que comemora esta, data associado à luta antifascista, em defesa das liberdades e dos direitos para as mulheres.

Em 1975 esta data é pela primeira vez comemorada em liberdade e democracia. De ano para ano esta data associa-se aos objectivos de luta das mulheres portuguesas.

Passados 104 anos da proclamação do Dia Internacional da Mulher faz todo o sentido que as mulheres portuguesas o comemorem como o dia de afirmação da sua luta de todos os dias:

Lutar pela igualdade no trabalho, na família, na vida social, política, cultural e desportiva!

Lutar em defesa dos seus direitos específicos como expressão social e de uma conquista de toda a sociedade!

Lutar em defesa dos direitos das mulheres é, no quadro actual, indissociável da ampliação da luta pela demissão do Governo, pela derrota da política de direita!

Partilhar