Declaração de voto de Ilda Figueiredo no Parlamento Europeu

Declaração de Voto da deputada<br />Relatório Olsson sobre o acompanhamento da crise

O nosso voto favorável do relatório não impede de considerar que este deveria abordar de forma mais profunda as causas da BSE, as quais estão ligadas ao modelo intensivo da PAC, visando a obtenção do máximo lucro, secundarizando os interesses dos consumidores, da maioria dos agricultores e as questões ambientais. É conhecido que é fundamental mudar o modelo agrícola da União Europeia para garantir que não se repetem crises da BSE, designadamente é urgente acabar com a enorme dependência de proteínas vegetais sobretudo dos EUA e pôr fim à lógica da engorda rápida através da alimentação com base nas farinhas animais.Embora o relatório se refira à manutenção da proibição temporária da utilização das farinhas animais para todos os animais e à proibição da alimentação de farinhas de animais da mesma espécie, o problema do controlo passaria pela proibição total e permanente da utilização de farinhas de carne e osso na alimentação de todos os animais (incluindo os animais de estimação). Por outro lado, é preciso ter em conta que também têm algum efeito no controlo da BSE, quer a circulação de animais vivos, quer a concentração dos matadouros, apesar da sua importância se centrar mais em doenças contagiosas como a febre aftosa. Por último, refira-se que o relatório, sublinhando o papel da Comissão e o ónus da responsabilidade nos Estados-membros por não cumprirem as normas comunitárias, escamoteia a responsabilidade da Comissão que não assumiu as posições devidas no tempo correcto e optou por medidas pontuais que não põem em causa o sistema.

>
  • Ambiente
  • Declarações de Voto
  • Parlamento Europeu

Partilhar