Intervenção de João Ferreira no Parlamento Europeu

Combate à violência exercida sobre as mulheres

A violência doméstica, uma expressão concreta da violência mais geral exercida sobre as mulheres na nossa sociedade, continua a assumir expressões brutais e intoleráveis. Aliás, ela será sempre, em qualquer caso, brutal e intolerável.

Para além do choque e da comoção, suscitados pelo conhecimento público de cada novo caso concreto, é necessário agir.

É necessário agir para prevenir, combater e erradicar.

É necessário agir na protecção eficaz e atempada das vítimas. No reforço dos apoios sociais e no acesso à justiça. É necessário agir na transformação da realidade subjacente à violência doméstica. Agir sobre as causas de ordem económica, social, política e cultural que estão na génese da violência doméstica. Sobre as dinâmicas psicológicas que com elas se interligam, fruto de dependências de vária ordem. Agir no combate a todas as formas de violência quotidiana mais ou menos dissimuladas, no combate a todas as formas de discriminação das mulheres - nos salários, no trabalho, na vida -, a todos os entraves ao reconhecimento pleno da igualdade.

>
  • União Europeia
  • Intervenções
  • Parlamento Europeu

Partilhar