Declaração de voto de João Pimenta Lopes no Parlamento Europeu

Aplicação do Acordo de Associação entre a UE e a Geórgia  

A visão de relação entre a UE e a Geórgia que o relatório traduz tem como base não o desenvolvimento deste país e do seu povo, como é dito, mas a submissão do mesmo aos interesses políticos, estratégicos e económicos da UE.
Tal como já tínhamos alertado, estes Acordos de Associação representam uma nova forma de colonialismo em versão comercial e económico, com o qual não nos revemos.  Contrapomos a esta ideia acordos comerciais não baseados no livre comércio, mas antes baseados na cooperação mútua e no respeito pela especificidade de todas as partes.
O relatório continua a defender a participação da Geórgia nas missões civis e militares da Política Comum de Segurança e Defesa e defende o aprofundamento do diálogo entre a UE e a Geórgia no que concerne a questões de segurança.
O relatório insiste também na diabolização da Federação Russa, procurando intensificar o cerco a este país, usando como instrumento para tal propósito estes acordos e parcerias, procurando dessa forma romper com laços de cooperação históricos que refletem não só a proximidade geográfica mas também identidades culturais.
Por estes motivos o voto é contra.

>
  • União Europeia
  • Declarações de Voto
  • Parlamento Europeu

Partilhar